Cartão de crédito empresarial: 5 erros comuns que você deve evitar

Cartão de crédito empresarial: 5 erros comuns que você deve evitar

O cartão de crédito empresarial é designado para pessoas jurídicas e se assemelha ao cartão de crédito de uso pessoal. Ele pode ser utilizado para cobrir despesas extras, sendo uma forma segura e prática de gastar naquilo que é prioridade na sua empresa.

Apesar de ser uma ótima forma de economizar, se não tiver cautela, é possível perder o controle das despesas com esse tipo de cartão, assim como o de uso pessoal. Portanto, se não ficar atento, em vez de melhorar a vida financeira da empresa, o cartão de crédito empresarial pode se tornar um grande pesadelo. Contudo, com planejamento e organização é possível utilizá-lo sem prejuízos.

Portanto, continue a leitura e veja os principais erros de quem utiliza o cartão de crédito empresarial e saiba como fazer para evitá-los de modo a se beneficiar das vantagens que ele oferece.

1. Não saber onde o dinheiro é utilizado

Saber para onde o dinheiro está indo é a regra básica para quem utiliza cartão de crédito empresarial. Sendo assim, para facilitar o controle, crie regras claras sobre onde, como e quanto será gasto — e não se esqueça de estar atento para cumpri-las!

Para isso, reúna-se com sua equipe e explique as instruções para utilizar o cartão, e não tenha medo de exigir que se submetam às novas regras. Usar o cartão de crédito empresarial de forma inteligente, evita contratempos e desordem no seu negócio.

Se não for possível, solicite que a pessoa encarregada aprove antes a despesa extra. Assim, é possível evitar surpresas desagradáveis de gastos adicionais inesperados mesmo havendo regras eficientes, e impede despesas descontroladas.

2. Não priorizar as despesas

Estabelecer prioridades é fundamental para evitar erros, isso porque uma empresa tem muitos gastos e nem todos eles podem ser adicionados ao cartão de crédito empresarial. Portanto, é necessário classificar a importância das despesas da firma e do cartão. Dessa maneira, você pode eliminar ou administrar melhor seus gastos para que não se tornem um problema futuramente.

3. Não manter um planejamento financeiro detalhado

A saúde financeira da pessoa física ou jurídica depende de um bom planejamento financeiro. Por esse motivo, é recomendável manter o seu planejamento detalhado e em dia, portanto, anote todas as suas despesas com o cartão de crédito empresarial.

Com um controle rígido sobre os seus gastos você descobre seus acertos e erros e evita despesas desnecessárias. Além disso, fazendo uma análise mensal você identifica padrões e abusos na utilização do cartão e percebe onde sua empresa pode melhorar.

4. Não guardar os recibos

É preciso guardar todos os recibos, portanto, não tenha vergonha de pedir aos seus funcionários, pois isso é um benefício para toda a empresa. Além disso, essa atitude facilitará que o controle sobre os gastos seja mantido, se beneficiando verdadeiramente das vantagens que o cartão de crédito empresarial pode trazer.

Os recibos servirão caso ocorra um erro de cobrança, que podem ser corrigidos com a apresentação dos mesmos. Guardando esses documentos, você conseguirá analisar detalhadamente se realmente está utilizando o cartão somente com os interesses da empresa.

5. Não ter nenhum profissional especializado no serviço

É muito importante que você tenha um profissional especializado para ajudar a manter tudo organizado. Por mais que existam várias pessoas utilizando o cartão na sua empresa, você deve ter alguém para controlar esse serviço.

Essa pessoa ficará responsável por produzir os relatórios e atualizá-los, guardá-los e organizá-los, além de fazer os registros das operações, agendando e realizando o pagamento. Isso facilitará o controle e monitoramento do uso do cartão de crédito empresarial.

Viu só? Você pode evitar que o cartão seja uma dor de cabeça e sinônimo de dívidas desnecessárias. Basta evitar esses erros comuns e, então, poderá usufruir somente dos benefícios do cartão de crédito empresarial, organizando a vida financeira do seu negócio.

Gostou deste post? Então siga-nos nas redes sociais e não perca as novidades — estamos no Instagram, Facebook e LinkedIn. Até mais!

Sem comentários

Cancelar