Confira 5 dicas para usar o Canvas no seu modelo de negócios

Confira 5 dicas para usar o Canvas no seu modelo de negócios

Para desenvolver uma empresa bem-sucedida, ter um excelente planejamento é essencial. Contudo, os métodos tradicionais são complicados e burocráticos, causando um certo desconforto nos empreendedores só de pensar no assunto.

Com a promessa de acabar com esses problemas, surgiu o Business Model Canvas, uma ferramenta simples e eficiente que é cada vez mais utilizada tanto para construir novos modelos de negócio quanto para expandir empresas que já existem.

Quer aprender como usar o Canvas? Continue lendo e veja 5 dicas para usar este método no seu negócio.

1. Trace um mapa visual da questão a ser tratada

O Business Model Canvas, ou Canvas, na tradução livre para o português significa “quadro de modelo de negócios”. Foi criado pelo pesquisador suíço Alexander Osterwalder para acabar com a burocracia de estratégias de gestão de projetos tradicionais.

Basicamente é um mapa visual dividido em nove blocos que retratam questões essenciais para a criação de uma empresa, é fácil de ser administrado e substitui documentos, planilhas e páginas sem utilidade na criação de estratégias no dia a dia.

2. Use o Canvas para empresas de todos os tamanhos

As grandes empresas já utilizam esse método, porém são as startups e empresas de médio porte que se beneficiam ainda mais com o Canvas, já que ele se concentra em pontos principais para o crescimento da empresa.

3. Veja como é simples desenvolver o Canvas

O uso do Canvas é simples e compreende quatro etapas básicas: o quê, para quem, como e quanto. Dentro dessas etapas existem nove blocos que representam os pilares principais para o funcionamento de uma empresa, independente do seu porte. Veja:

O quê

1. Propostas de valor

Vai além do produto, é o que um novo projeto é capaz de oferecer ao cliente e como pode gerar valor para o mercado. Aqui se encaixam produtos inovadores, serviços diferenciados etc.

Para quem

2. Relacionamento com o cliente

É a estratégia que será utilizada para conquistar e fidelizar um cliente, como assistência pessoal, serviço automatizado e self-service.

3. Segmentos de clientes

Antes de construir estratégias, conheça os clientes e saiba o que eles buscam no seu negócio.

4. Canais

Pense como os clientes entrarão em contato com a sua empresa para resolver problemas ou tirar dúvidas: chat, FAQ, e-mail, sites, telefone ou todos juntos.

Como

5. Parcerias principais

Analise estratégias para melhorar relacionamento entre fornecedores, sócios e investidores também faz parte do planejamento Canvas.

6. Atividades principais

Destaque as principais atividades da sua empresa, os produtos e/ou serviços que oferece e quais as demandas da equipe de trabalho.

7. Recursos principais

Identifique os recursos e investimentos necessários (não apenas financeiros). Considere os recursos humanos e matérias-primas que serão utilizados.

Quanto

8. Estrutura de custos

Analise os custos fixos e variáveis para organizar o seu negócio e se diferenciar no mercado.

9. Fonte de receita

Veja quais serão suas principais fontes de receitas após analisar os custos. São várias as possibilidades, como venda direta, publicidade ou prestação de serviços.

4. Sintetize as informações da sua empresa

Mostramos como é vantajoso aplicar o modelo Canvas, já que ele sintetiza as principais informações da empresa e faz com que tudo possa ser visto de uma vez.

O grande diferencial do Canvas é o seu formato visual. Com ele, é possível visualizar as principais informações da empresa de maneira simples, sem deixar escapar informações relevantes para o sucesso de um projeto, como ocorre com pastas e relatórios por exemplo.

5. Ganhe agilidade no seu negócio sabendo como usar o Canvas

O Canvas proporciona agilidade e simplicidade no dia a dia, trazendo as características do seu negócio e possibilitando mudanças quando necessário, sem burocracia. Vale destacar, porém, que ele não substitui um plano de negócios tradicional, que necessita de informações mais detalhadas.

Agora que você já sabe como usar o Canvas, percebe que, para quem deseja montar um empresa, é uma excelente ferramenta para identificar boas parcerias, mensurar custos e receitas, conhecer o público-alvo e criar estratégias. Além disso, é um método simples e prático, sem as dificuldades encontradas na maioria das gestões estratégicas de projetos.

Quer mais dicas para o seu negócio? Continue a visita no nosso blog e conheça 5 melhores canais do Youtube para empreendedores iniciantes.

Sem comentários

Cancelar

Assine conteúdos do mundo sorvete gratuitamente!